Quem é o culpado pela desvalorização do real? Fala sério, Mantega…

Me causa espécie ler as declarações do senhor Guido Mantega sobre a desvalorização do real frente ao dolar norte-americano, de quase 20% desde maio de 2013. Tudo culpa do cenário internacional, é claro. É que a possibilidade do Federal Reserve (FED) iniciar o “tapering”, ou seja, a retirada gradual do estímulo monetário de compras de bônus de USD 85 bilhões por mês e o possível aumento das taxas de juros nos EUA em função da recuperação da economia local, atrairá capitais de lugares percebidos como menos seguros, incluindo-se aí os mercados emergentes. O dolar tem, portanto, valorizado-se contra várias moedas, pricipalmente as de países emergentes exportadores de commodities, como o Brasil. É também sabido que os BRICs tem tido crescimento econômico decepcionante (o nosso, o pior de todos), o que, mais uma vez, afugenta o capital. Mundo cruel, este em que vivemos…

Em verdade, tudo isto é verdade. Mas, também é verdade que isto explica apenas parte do nosso problema. Por que ninguém fala da outra verdade? De que o nosso modelo de consumo causou um pico de inflação que assustou a todos, principalmente o investidor estrangeiro – o capital, que saiu do país, desvalorizando o real? Por que não se fala que a nossa falta de infraestrutura prejudicou a exportação da safra recorde, resultando em cancelamento de contratos de exportação e prejudicando a entrada de dolares? Com que rapidez deixamos de ser a “darling” do mercado internacional para ser, mais uma vez, uma decepção (sem falar no prejuízo da Petrobrás, Eike, etc). Por que não se mostra que a nossa balança comercial há muito não esteve tão mal por conta de importação de gasolina subsidiada (a la Hugo Chávez)? Por que não se fala que a crise de confiança que explodiu com os protestos recentes ainda não calou – nada mudou! E o capital externo percebe isto! Por exemplo, no campo econômico, vê-se aumento de juros de um lado para frear a inflação e o aumento do crédito e os altíssimos gastos públicos, do outro, jogando lenha na fogueira da inflação… Estamos apagando fogo com gasolina… E já usamos os equivalente a 10% das nossas reservas internacionais tentando inutilmente frear a alta do dolar, com medo do seu efeito adverso na inflação… No campo político, bem, aí é melhor nem falar, todo mundo sabe…

Apesar do ar recente de tranquilidade do senhor Mantega e da senhora Dilma, parece que continuamos rodando em círculo feito baratas tontas, perdidos, sem visão estratégica, e culpando o mundo pela desvalorização do real – ou melhor, pela valorização do dolar… Mundo cruel! Se continuar assim, o real vai virar mantêga… Fala sério!

Link adicionado posteriormente a data da publicação deste blog apenas para informação.

Tagged , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

2 thoughts on “Quem é o culpado pela desvalorização do real? Fala sério, Mantega…

  1. Mariana says:

    O proximo passo sao as medidas populistas e burras de Cristina Kirchener.

  2. Mantega y Dilma con autoridades de otros BRICs criticaban a la política monetaria de Estados Unidos porque devaluaban al dólar para ser más competitivos. Hoy les critican o no ven bien que, mejorando la economía norteamericana cambien la política que antes deprimía al dólar y ahora en consecuencia, lo aprecien….en mi país decimos que quienes así piensan son como “la gata Flora, si se la ponen grita y si se la sacan llora”

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: